Empresa de Araguaína implanta biblioteca compartilhada para estimular hábito da leitura entre colaboradores

Empresa de Araguaína implanta biblioteca compartilhada para estimular hábito da leitura entre colaboradores

Uma estante foi construída para receber os livros doados pelos próprios funcionários

A leitura, além de favorecer o conhecimento, aprimora a escrita e contribui com a criatividade.

A Rensoftware, empresa especializada em softwares de gestão empresarial, implantou a Biblioteca Compartilhada no espaço de convivência dos colaboradores. O projeto conta com uma estante para receber livros que podem ser doados pelos próprios profissionais.

Estofados e poltronas também foram colocados para criar um “cantinho” da leitura e dar mais conforto para quem quiser ler no intervalo de trabalho.

Brasileiros leem pouco

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Pró-Livro revela que a leitura é um hábito de 56% da população brasileira. Apesar de 77% dos leitores terem dito que gostariam de ter lido mais, 43% disse que não o fez por falta de tempo.

Conhecimento

A proposta é não deixar o armário vazio para que a iniciativa tenha continuidade, proporcionando assim a troca solidária do conhecimento por meio da leitura.

Segundo a diretora administrativa-financeira da Rensoftware, Aline Costa, a leitura vai somar para o crescimento dos colaboradores pessoal e profissionalmente.

“Ler enriquece nossa cultura, nosso conhecimento e nos tornam pessoas e profissionais melhores. Pretendemos que esse projeto transforme as horas vagas do dia em momentos agradáveis de aquisição de novos conhecimentos”, afirma.

Equipe satisfeita

Quem aprovou a ideia e já pegou livro para ler foi a colaboradora Priscila Lunard.

“A ideia da biblioteca compartilhada foi sensacional. Espalhar o hábito da leitura é de suma importância, principalmente nos dias de hoje, que estamos vivendo uma era totalmente tecnológica. Já peguei o livro Alô Chics, da Glória Kalil”, pontua.

Iniciativa louvável

De acordo com a professora doutora da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Valéria Medeiros, o hábito da leitura é essencial para todas as fases da vida.

“Esta iniciativa é importantíssima. Como disse nosso grande pensador Antônio Cândido, a Literatura é um direito básico do homem, como casa, comida e roupas. Ela nos humaniza, ou seja, desenvolve no leitor a compreensão e a disposição para o mundo, o meio ambiente, a sociedade e o próximo. E pode quem sabe fazer aquilo que nem a ciência nem os sistemas políticos conseguiram até hoje: diminuir a desigualdade social. Parabéns para a Rensoftware e que outras sigam seu exemplo”, destaca a professora que também é representante do convênio UNESCO para leitura no Tocantins.

Biblioteca compartilhada (1) Biblioteca compartilhada (2) Biblioteca compartilhada (3)

Sobre o Autor

Ricardo Sottero administrator

Deixe uma resposta