Projeto Cãoterapia promove alegria e interação para as crianças internadas no HMA

Projeto Cãoterapia promove alegria e interação para as crianças internadas no HMA

Os pacientes e acompanhantes interagiram com os pets e assistiram um teatro de fantoches sobre a importância de cuidar dos animais

“Nós já ficamos aqui no hospital em uma situação de fragilidade com os nossos filhos e esse projeto com os cãezinhos ajudou não só as crianças, mas a nós também. Eu fiquei bem feliz com essa tarde de hoje”, disse Michelly Soares, mãe da Maria Vallentina, que está internada no Hospital Municipal de Araguaína (HMA).

A tarde do último dia 26 de setembro foi marcada por sorrisos e emoção. Isso porque foi realizada mais uma edição do projeto Cãoterapia, que tem como objetivo encorajar as relações interpessoais, despertando a atenção, concentração e raciocínio dos participantes.

O projeto é uma parceria do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Tocantins, campus de Araguaína, com o Instituto Saúde e Cidadania – ISAC, que faz a gestão do hospital.

“O resultado é imediato, é impressionante! Após o contato com os animaizinhos e com as outras crianças, alguns pacientes que antes não queriam comer, ou ajudar no tratamento, passaram a se alimentar melhor, sorrir e até colaboram com o atendimento das nossas enfermeiras. E isso para nós é muito gratificante!”, destacou a terapeuta ocupacional do HMA, Evellyne Andrade.

A tarde de interação ainda teve apresentação de teatro com fantoches, que chamou a atenção da criançada e dos acompanhantes.

 “O nosso objetivo é ver esses sorrisos e reações diversas que vimos aqui hoje. Na apresentação, trouxemos uma mensagem de um gatinho, que é espancado por estar fazendo barulho no telhado de uma casa e que vai pra rua logo depois. Em outra situação, ele recebe um lar e é muito amado pelo seu novo dono. E falar sobre a importância de dar amor e cuidado para os animais foi a nossa intenção, acho que conseguimos”, agradeceu a professora da UFT, Ana Paula Coelho.

Sobre o Autor

Ricardo Sottero administrator

Deixe uma resposta