Arquivo de tag Singular Assessoria em Comunicação

Doação de sangue é essencial para pacientes em tratamento contra o câncer

O gesto solidário contribui significativamente na melhora do quadro desses pacientes que apresentam baixa nas plaquetas devido à doença e ao tratamento

 A transfusão de sangue e plaquetas é essencial no tratamento contra o câncer. O sangue doado é necessário para o restabelecimento do paciente e pode determinar a melhora de seu quadro clínico, tendo influência até na sensação de dor.

Conforme explica a médica hematologista da Acreditar Tocantins, Dra. Juliana Touguinha Neves Martins, os pacientes com câncer podem perder, de forma temporária, a capacidade de produzir as células do sangue, devido aos tratamentos, ou, pela própria doença. “Por isso a importância da transfusão do sangue. Para doar plaquetas são necessários os mesmos requisitos para os doadores de sangue”, reforça a médica.

Necessidade

São várias as razões que levam os pacientes em tratamento a necessitarem de transfusão, dentre elas a perda durante as cirurgias e a baixa produção de sangue no tratamento de radioterapia e quimioterapia.

De acordo com o Hemocentro de Araguaína, os pacientes com leucemia são os que mais precisam de doação. Segundo um levantamento do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), no Tocantins, a estimativa para 2018 são de 90 novos casos de leucemia, entre homens e mulheres. No Brasil, a estimativa é de 10.800 novos casos da doença.

Requisitos para doação de sangue

Quem deseja doar precisa procurar o Hemocentro de sua cidade e cumprir alguns requisitos básicos, como:

– Estar em boas condições de saúde

– Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade

– Pesar, no mínimo, 50 kg

– Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas)

– Estar alimentado, por isso evite alimentos gordurosos e aguarde até 2 horas para doar

– Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial, e que permita o reconhecimento do voluntário (RG, CNH ou Carteira de Trabalho)

 

Imagem: Internet (https://jb.fm)

Empresa de Araguaína reduziu pela metade o uso de copos descartáveis

Resultado é fruto de uma campanha interna de boas práticas sustentáveis e foi abraçada por colaboradores

A consciência ambiental é uma necessidade mais que contemporânea e que precisa ser despertada no âmbito familiar, público e nas empresas. Com isso em foco, a Rensoftware, empresa araguainense de desenvolvimento de softwares para gestão empresarial, lançou, em agosto, a Campanha “Meu copo não é descartável”. O objetivo foi incentivar seus colaboradores a adotar práticas sustentáveis ao abolir os copos de plástico não reciclável e adotar alternativas reutilizáveis.

Segundo a gerente de Recursos Humanos da empresa, Claudiene Borges, a ideia nasceu depois de um levantamento feito durante 30 dias. A quantidade de copos grandes e pequenos, para água e café, surpreenderam. Pelo menos 2.400 unidades eram consumidas mensalmente na empresa com quase 40 colaboradores.

“A Rensoftware tem essa preocupação com a sustentabilidade. Trabalhamos com tecnologia, pensamos o futuro e nada mais futurista que a preservação do planeta para as próximas gerações. Então aliamos essa preocupação com o presente e o futuro do meio ambiente, já que esses copos levam centenas de anos para se decompor, além da economia financeira gerada pela redução no uso”, explicou.

Impactante

Para sensibilizar os colaboradores, a Rensoftware guardou os copos usados durante um mês e expôs na entrada da cantina, espaço de uso comum. No mesmo dia, a campanha foi apresentada aos profissionais.

Quase que de imediato, os colaboradores a campanha “Meu copo não é descartável” e ainda ganharam de presente da empresa squeezes personalizados para beber água. “Os que gostam de beber café trouxeram canecas de casa”, completa Claudiene.

A sensibilização resultou na redução de mais da metade dos copos consumidos. A copeira da empresa, Maria Genice do Nascimento Aires, voltou de férias com a campanha em andamento e teve uma surpresa. “Quando fui retirar o lixo do cesto da cantina, vi que tinha diminuído bastante o número de copos. Até estranhei, mas achei bom demais. Antes, duas ou três vezes por dia eu esvaziava as lixeiras lotadas. Hoje, os sacos saem quase vazios”, conta Genice.

Iniciativa mais que aprovada

A causa já era adotada pelo analista de sistemas Jefferson Alencar. Ele tratou de compartilhar com os colegas a necessidade de abandonar as práticas nocivas ao meio ambiente. “É muito mais estiloso ter uma caneca do que usar um copo descartável”, disse.

Brincadeiras à parte, o analista leva muito a sério a questão ambiental. “A empresa sempre incentiva a necessidade de preservação do meio ambiente e de harmonia no local de trabalho”, pontuou.

Por que evitar o uso do copo descartável?

O plástico não é um material biodegradável, por isso é poluidor do meio ambiente. Além disso, tem vida útil bem pequena, às vezes chega a durar apenas 13 segundos após sair do porta-copos, contrastando com a média de 200 anos que ele leva para se decompor no meio ambiente.

O uso frequente, inclusive, pode ser prejudicial à saúde, já que o poliestireno do copo descartável, em contato com bebidas quentes, libera o estireno, uma substância apontada como cancerígena.

Copos descartáveis são produtos derivados do petróleo, fonte não renovável. A reciclagem consome uma enorme quantidade de água, além de ser muito trabalhosa e pouco viável.

Empresa que transforma

Há mais de 20 anos, a Rensoftware transforma a vida de quem utiliza suas soluções em software de gestão e uma das preocupações da diretoria é também mudar comportamentos que possam impactar na responsabilidade social de cada uma das pessoas que passam pela empresa.

“A campanha ‘Meu copo não é descartável’ não é uma iniciativa empresarial, é uma iniciativa de conduta de vida para nossos colaboradores. Que eles saibam que, em todos os lugares, as ações deles podem impactar positivamente a realidade em que estão inseridos”, finalizou o CEO Foundation da Rensoftware, Rênye Costa.

Campanha Meu Copo Não é Descartável da Rensoftware Jefferson Alencar usa duas canecas para evitar os copos plásticos Lixeira da cantina passou a ficar mais vazia depois da campanha Poucos copos são usados para água e café

Comunicação interna e a necessidade dentro de uma organização

Uma empresa não necessita só de marketing externo, aquele executado para atrair clientes. Tão importante quanto conversar com o público que compra, é conversar com o público que vende. O Endomarketing é a comunicação mais elaborada voltada para o público interno, os colaboradores da empresa, os PRIMEIROS clientes do seu negócio.

Se os integrantes da equipe estão felizes no ambiente em que trabalham e conhecem a qualidade do produto/serviço vendido, irão fazer propaganda da sua empresa nos locais que frequentam, naquela roda de amigos do bar, entre outros contextos onde estão inseridos.

A comunicação é fundamental para que a organização promova um ambiente saudável, fazendo com que a integração entre colaborares aumente e, com isso, a produtividade.

Falhas na comunicação interna, que também pode ser conhecida como “Rádio Peão”, geram prejuízos quanto ao entendimento de informações, o que provoca desalinhamentos de pessoal e atrasos nos prazos e projetos.

Durante o processo comunicacional é preciso estar atento à comunicação interna, mercadológica e institucional. Essas são as três engrenagens que promovem o desenvolvimento da empresa.

Ao enxergar o cenário como um todo, a empresa deve trabalhar a sua comunicação interna de modo que seus colaboradores se identifiquem com o local em que trabalham, que tenham orgulho de trabalhar ali.

 

Fonte: Endomarketing.tv (https://goo.gl/gjH6QQ)

Imagem: https://localodonto.com.br